foi adicionado com sucesso ao seu carrinho.

Bate papo com o espírito Pai João de Aruanda

Publicado por 26 de fevereiro de 2015 Entrevistas, Equipe espiritual 7 Comentários

No dia 28/01/2015, o espírito Pai João de Aruanda manifestou-se ao vivo na palestra “Felicidade sem culpa” pela minhã mediunidade. Na ocasião ofereceu para responder questionamentos dos internautas.
Este vídeo é uma entrevista com Pai João de Aruanda, onde Marcos Leão leva até ele as perguntas enviadas pelos internautas presentes no evento.

7 Comentários

  • ANGELA MARIA VARNER DA SILVA disse:

    OBRIGADA PAI JOÃO DE ARUANDA.E AO ROBSON PINHEIRO,POR COMPARTILHAR ,QUE DEUS SEMPRE GUIE OS TEUS PASSOS.

  • Deborah disse:

    Ótima entrevista a cada dia que passa me sinto mais fã de vcs dois, um forte abraço.

  • Lucas Moura disse:

    Impossível conhecê-los e não admirá-los!!! Que Deus vos dê muita saúde pra continuar esse trabalho maravilhoso que vocês executam aqui no planeta Terra, seja nesse ou noutros planos! Um enorme abraço e muita luz em seus corações!

  • Solange disse:

    Gostei bastante da entrevista com o Pai João de Aruanda, aliás já lí o livro Senzala, que fala dele, não é? Então, hoje senti muita vontade de entrar no site do Robson Pinheiro e assisti ao vídeo agora. Por abençoada luz tomei essa atitude, porque estava com vários questionamentos e todos foram respondidos e explicados inteiramente. Sinto-me atendida nas minhas preces. Deus seja louvado.

  • Adauto disse:

    Obrigado amigos de ideal Espírita pelo trabalho realizado. Gratidão ao Pai João Arruda pelas as sábias palavras que nos auxilia a sermos obreiros atentos da palavra consoladora e não ouvintes esquecido das Leis divinas. Abraço fraterno

  • Geraldo Francisco Pereira Chaves disse:

    Boa noite povo da minha querida umbanda, gente, ouvindo um vídeo de Pai João de Aruanda, adorei o vídeo, e sou filho de Paí João de Aruanda, gostaria de saber onde fica o centro espírita, se possível me enviar o endereço, eu moro em Conceição do Mato Dentro -MG.

    E aqui não tem um centro bom que eu possa ir, gostaria de ir aí, e se possível conversar com meu Pai João.

    Atenciosamente,

    Geraldo.

Deixe uma resposta para Geraldo Francisco Pereira Chaves Cancelar a resposta